Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008
Em Soajo (há também espigueiros de interesse publico e cultural)
A aldeia de Soajo, também é famosa pelo conjunto de espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granitica, usado pelo povo como eira comunitária.

O espigueiro mais antigo data de 1782.

Estes monumentos de garnito foram construidos na altura em que se incrementou o cultivo do milho e serviam para proteger o cereal das intempéries e dos animais roedores.
As suas paredes são fendidas para que o ar circule através das espigas empilhadas. O topo geralmente é rematado por uma cruz, que significa a invocação divina para a protecção dos cereais.Parte deste espigueiros são ainda utilizados pelas gentes de Soajo.


publicado por aviajar às 12:10
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
ESPIGUEIROS DE LINDOSO (Interesse Publico e Cultural)


Com o castelo como fundo, levantam-se mais de cinquenta espigueiros dos séculos XVIII e XIX, num aglomerado impressionante e invulgar em Portugal.

Inteiramente em pedra,cada edificio apoia-se em vários pilares curtos, assentes na rocha e encimados por mós ou mesas.


Devido à introdução da cultura do milho, durante o século XVII, rápidamente absorvida e integrada no quadro sócio-económico tradicional, foi necessária a construção de espigueiros e canastros.
A função dos espigueiros é para a secagem de cerais, mais precisamente do milho.


publicado por aviajar às 17:43
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007
Amarante
Tudo indica que Amarante, deve a sua origem aos povos
primitivos que andavam na serra da Aboboreira (povoada desde a Idade da Pedra). Dá-se como certo, que a localidade ganhou importância e visibilidade com a chegada de São Gonçalo ( 1187-1259) nascido em Talgide-Guimarães, que aqui se fixou depois de peregrinar por Roma e Jesrusalém.

No Centro Histórico da cidade tem destaque a Ponte,o Convento e Igreja todas dedicadas a São Gonçalo, as igrejas de São Pedro e São Domingos, a Casa da Cerca e do Solar dos Malhalhães.
A Ponte de São Gonçalo sobre o rio Tâmega, juntamente com a igreja de São Gonçalo, representam o epicentro histórico da cidade de Amarante. Em 10 de Fevereiro de 1763,a ponte com um cruzeiro a meio,desmoronou-se devido à cheia do Rio Tâmega.O Cruzeiro que tinha sido retido uma hora antes do desmoronamento, foi mais tarde colocado na janela de um recanto da Igreja de São Gonçalo, ficando a proteger o trânsito na ponte.
A Igreja de São Gonçalo foi fundada por
São Gonçalo de Amatante.
Em 1549, foi transformada num grande mosteiro com a construção de um convento dominicano em honra de São Gonçalo.
Nos tempos de hoje parte deste conventp está transformado em museu, que tem o nome e obra de um grande pintor Português e filho de Amarante.Trata-se de Amadeo de Souza-Cardoso nascido em Manhufe, freguesia de Mancelos em Novembro de 1887, este pintor foi percursor da arte moderna portuguesa.Prosseguindo o caminho traçado pelos artistas de vanguarda da sua época.
Amarante adquiriu estatuto de cidade a 6 de Julho de 1985.









publicado por aviajar às 11:02
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Em Soajo (há também espig...

ESPIGUEIROS DE LINDOSO (...

Amarante

arquivos

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds