Segunda-feira, 28 de Abril de 2008
Castelo Rodrigo
Com o nome do seu fundador, Conde Rodrigo Gonzalez de Giron, que recebeu de doação, por Afonso IX de Leão, a povoação de Castelo Rodrigo passa para a coroa portuguesa, no tempo de D.Diniz.


O Brazão desta aldeia, tem a originalidade, de as armas de Portugal estarem representadas em posição invertida.

Esta situação deve-se à seguinte história:


"D. Beatriz, única filha de D. Fernando de Portugal, estava casada com o rei de Castela. Por morte de seu pai, e com a subida ao trono, Portugal perderia a sua independência, a favor de Castela. Os Senhores de Castelo Rodrigo tomaram partido por D. Beatriz, mas não contaram que D. João , Mestre de Avis,viesse a vencer os castelhanos na Batalha de Aljubarrota em 1385. Coroado rei de Portugal D.João I não perdou e mandou que as armas de Portugal fossem representadas em posição invertida" .

No século XVI, Filipe II de Espanha, anexou a coroa Portugesa, A Nobreza aliou-se ao novo rei, como foi o caso de Cristovão de Mora, governador de Castelo Rodrigo.


Logo que a noticia da Restauração em 1 de Dezembro de 1640, a população que não gostava do domínio Castelhano, e como vingança pegou fogo ao palácio de Cristovão de Mora.

Deste episódio ficaram as ruinas do palácio que podem ser visitadas actualmente.


publicado por aviajar às 17:31
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Abril de 2008
Elas vão voltar a Lisboa...
Máscaras carrancudas de madeira, esculpidas por artesãos da aldeia, são no carnaval de Lazarim, concelho de Lamego, utilizadas por jovens de ambos os sexos, são os caretos e as senhorinhas.

Como conta um habitante mais antigo da aldeia, que recorda relatos do seu avô,"por volta de 1879, já se festejava em Lazarim o Carnaval".
Assumia-se então contornos de uma manifestação medieval, carregada de referências ao belzebu, macabra e assustadora.

Máscaras de madeira era frequentemente revestidas a pele de coelho, cujo pêlo era depois rapado à lâmina de barbear, deixando apenas o pêlo do próprio animal, nas zonas das sombrancelhas e do bigode.

Cobras e sardões, apanhados no estado de hibernação, eram frequentemente utilizados, pregados às mascaras serviam de ornamentos e então deixando aterrorizados as gentes de Lazarim.



Elas vão voltar a Lisboa, com o III desfile da Máscara Ibérica, na Praça do Comércio, Rua Augusta, Rossio nos dias 3 e 4 de Maio de 2008, com a participação de Caretos de Lamego, Nordeste transmontano, Astúrias, Cáceres, Castela e Leon, Galiza e Estremadura.

tags:

publicado por aviajar às 15:46
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 8 de Fevereiro de 2008
Aristides de Sousa Mendes - Cabanas de Viriato
Numa viagem, efectuada nesta época de carnaval, e indo viver as tradições que vão resitindo ao tempo, fui ver/participar no carnaval de Cabanas de Viriato,com a sua " dança dos cus ", que segundo as crónicas,nasceu em 1865.

Neste périplo, sou confrontado com uma mansão que está em ruinas, fui indagar, e fiquei perplexo, o edificio era a casa do consul Aristides de Sousa Mendes em Bordéus ,em 1940.

Este consul foi o homem que soube dizer não á irradicação das raças por parte da guerra que se avizinhava.

Tudo iria mudar para Aristides e sua esposa Angelina e os seus 12 filhos.Foi a sua vida familiar feliz, que em comum acordo com a sua esposa, ele sacrificou.

Mas seria algima vez possivel imaginar que Aristides e Angelina, pudessem fechar os olhos e os corações ao verem milhares de pessoas a fugir da barbárie Nazi?

A grande e humana decisão foi quando da porta da chancelaria, gritou para todos os que se aglomeravam em frente ao consulado: «Daqui em diante, passarei vistos a toda a gente; já não há nacionalidades,nem raças nem religiões...»

Aristides Sousa Mendes, sacrificou a sua carreira e foi demitido das suas funções por Salazar a 4 de Julho 1940 por ter "desonrado Portugal perante as autoridades espanholas e as forças alemãs de ocupação(...) e por ter ousado colocar os seus próprios imperativos de consciência à frente das suas obrigações de funcionário ".


Aristides de Sousa Mendes, foi despromovido à categoria inferior. Condenou-o a um ano de inactividade,auferindo metade do salário e acabou por aposentá-lo no fim desse mesmo ano.
As ruinas do Passal, assim se chamava a casa da familia, no estado em que encontram continuam a testemunhar por si só o rigor da sentença.
Este Homem, pelo que fez , pelos Homens, tem direito a ser perpetuado pela a nossa sociedade.
É urgente a conversão desta casa num edificio público, num museu, que nunca morra o espirito de Aristides de Sousa Mendes e da sua Esposa Angelina.
Para visitar o museu virtual, já que é o único, de Aristides de Sousa Mendes click no seguinte:
http://mvasm.com/index.html

tags:

publicado por aviajar às 16:44
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008
Em Soajo (há também espigueiros de interesse publico e cultural)
A aldeia de Soajo, também é famosa pelo conjunto de espigueiros erigidos sobre uma enorme laje granitica, usado pelo povo como eira comunitária.

O espigueiro mais antigo data de 1782.

Estes monumentos de garnito foram construidos na altura em que se incrementou o cultivo do milho e serviam para proteger o cereal das intempéries e dos animais roedores.
As suas paredes são fendidas para que o ar circule através das espigas empilhadas. O topo geralmente é rematado por uma cruz, que significa a invocação divina para a protecção dos cereais.Parte deste espigueiros são ainda utilizados pelas gentes de Soajo.


publicado por aviajar às 12:10
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2008
ESPIGUEIROS DE LINDOSO (Interesse Publico e Cultural)


Com o castelo como fundo, levantam-se mais de cinquenta espigueiros dos séculos XVIII e XIX, num aglomerado impressionante e invulgar em Portugal.

Inteiramente em pedra,cada edificio apoia-se em vários pilares curtos, assentes na rocha e encimados por mós ou mesas.


Devido à introdução da cultura do milho, durante o século XVII, rápidamente absorvida e integrada no quadro sócio-económico tradicional, foi necessária a construção de espigueiros e canastros.
A função dos espigueiros é para a secagem de cerais, mais precisamente do milho.


publicado por aviajar às 17:43
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 21 de Novembro de 2007
Amarante
Tudo indica que Amarante, deve a sua origem aos povos
primitivos que andavam na serra da Aboboreira (povoada desde a Idade da Pedra). Dá-se como certo, que a localidade ganhou importância e visibilidade com a chegada de São Gonçalo ( 1187-1259) nascido em Talgide-Guimarães, que aqui se fixou depois de peregrinar por Roma e Jesrusalém.

No Centro Histórico da cidade tem destaque a Ponte,o Convento e Igreja todas dedicadas a São Gonçalo, as igrejas de São Pedro e São Domingos, a Casa da Cerca e do Solar dos Malhalhães.
A Ponte de São Gonçalo sobre o rio Tâmega, juntamente com a igreja de São Gonçalo, representam o epicentro histórico da cidade de Amarante. Em 10 de Fevereiro de 1763,a ponte com um cruzeiro a meio,desmoronou-se devido à cheia do Rio Tâmega.O Cruzeiro que tinha sido retido uma hora antes do desmoronamento, foi mais tarde colocado na janela de um recanto da Igreja de São Gonçalo, ficando a proteger o trânsito na ponte.
A Igreja de São Gonçalo foi fundada por
São Gonçalo de Amatante.
Em 1549, foi transformada num grande mosteiro com a construção de um convento dominicano em honra de São Gonçalo.
Nos tempos de hoje parte deste conventp está transformado em museu, que tem o nome e obra de um grande pintor Português e filho de Amarante.Trata-se de Amadeo de Souza-Cardoso nascido em Manhufe, freguesia de Mancelos em Novembro de 1887, este pintor foi percursor da arte moderna portuguesa.Prosseguindo o caminho traçado pelos artistas de vanguarda da sua época.
Amarante adquiriu estatuto de cidade a 6 de Julho de 1985.









publicado por aviajar às 11:02
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 12 de Novembro de 2007
Torre CENTUM CELLAS
As ruinas da Torre CENTUM CELLAS (Monumento Nacional desde 15/10/1927), também conhecida por Torre de São Cornélio, localizam-se no monte de Santo Antão, Freguesia de Colmeal da Torre, concelho de Belmonte.
O monumento, revela-se um dos mais emblemáticos, mas ao mesmo tempo dos mais enigmáticos existentes na Beira interior. Está atribuido á época da presença romana em Portugal.
Ao longo do tempo, foram criadas as mais diversas teorias, respeitante á sua funcionalidade primitiva. Desde templo a prisão passando por um praetorium (nucleo de um acampamento romana), a um mansio (estação de muda), mutatio (albergaria para descanso dos viajantes), vila romana, para além de outras, tudo parece ter sido proposto e atribuido.

As escavações realizadas pelo IPPAR (Instituto Português do Património Arquitectónico) entre 1993 e 1998, demonstraram que o edifício da Torre não se encontrava isolado. estava inserido num conjunto mais amplo e complexo, que incluia diversos compartimentos ( entre quais salas, corredores, escadarias , caves e pátios).

Assim a Torre revela-se a parte central e melhor conservada da villa de Lucius Caecilius, abastado cidadão romano, negociante de estanho, que em meados do século I d.C. mandou edificar a sua residência nesta zona.

Brasão da freguesia do Colmeal da Torre , destacando-se como motivo central a estrutura lítica do Centum Cellas.

tags:

publicado por aviajar às 16:46
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


posts recentes

Praias Fluviais das Aldei...

O Convento de Mafra Ocupa...

Breve História da Passage...

Breve História da Passage...

Abrantes Parque Urbano de...

Abrantes Castelo / Fort...

Convento de Cristo na cid...

Tapeçaria de Portalegre.U...

Museu da Tapeçaria de Por...

Figuras de Bordalo Pinhei...

arquivos

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds
Em destaque no SAPO Blogs
pub